Posts Tagged ‘ Joseph Goldstein ’

Conhecimento

Numa turma de alunos do 4.º ano, o professor pergunta:

– “De que cor são as maçãs?” Os alunos respondem dizendo “vermelhas”, “verdes”, “douradas”… Contudo um dos alunos disse:

– “Brancas”.

– “Não”, respondeu o professor, “não são brancas, não há maçãs brancas”. Mas o aluno insistiu, até que o professor começou a ficar impaciente. Finalmente o rapaz perguntou-lhe:

-“Quando abres uma maça a meio, de que cor é ela por dentro?”

Joseph Goldstein

Verdade

A meditação não está dependente de alguém nos dar algo.

A Verdade não é algo que alguém nos possa dar; e da mesma forma, ninguém nos pode tirá-la.

Joseph Goldstein e Sharon Salzberg, Insight Meditation

Filme

Porquê, então, é que acreditamos tão convictamente que tudo é sólido? Uma das razões é de que a nossa percepção é incapaz de acompanhar o rápido  ritmo de tudo o que acontece na nossa vida.

Podemos perceber como é que tal acontece ao olharmos para a forma como funciona um filme. Um filme é composto por milhões de frames, cada um capturando uma fração de segundo. Quando estes frames são passados rapidamente pelos projectores, eles criam uma ilusão de movimento contínuo.

Nós observamos as histórias que então são aí contadas e perdemo-nos completamente nelas. Parece-nos tudo tão real – mas se pudessemos abrandar a velocidade a aque o filme passa, veriamos que cada frame tem a sua própria história.

A ilusão do movimento depende inteiramente da velocidade com que cada frame é substítuido pelo próximo.

Joseph Goldstein

Mudança

“Podemos facilmente sentir que a nossa felicidade só é possível se as coisas forem de uma certa forma e se se mantiverem dessa forma. Quando vemos o mundo desta forma, aquilo a que chamamos “felicidade” é uma entidade muito frágil. Queremos que o nosso corpo nunca mude, que a nossa mente nunca mude – contudo, as provas que nos rodeiam constantemente dizem-nos que tudo está num estado de constante mudança.”

Joseph Goldstein e Sharon Salzberg, Insight Meditation

Impermanência

Porquê, então, é que acreditamos tão convictamente que tudo é sólido? Uma das razões é de que a nossa percepção é incapaz de acompanhar o rápid  ritmo de tudo o que acontece na nossa vida.

Podemos perceber como é que tal acontece ao olharmos para a forma como funciona um filme. Um filme é composto por milhões de frames, cada um capturando uma fração de segundo. Quando estes frames são passados rapidamente pelos projectores, eles criam uma ilusão de movimento contínuo. Nós observamos as histórias que então são aí contadas e perdemo-nos completamente nelas.

Parece-nos tudo tão real – mas se pudessemos abrandar a velocidade a aque o filme passa, veriamos que cada frame tem a sua própria história. A ilusão do movimento depende inteiramente da velocidade com que cada frame é substítuido pelo próximo.

Joseph Goldstein

Tricycle: The Buddhist Review: “Commit to Sit”

Senta-te, presta atenção e respira!

.

Desde há séculos que a meditação tem sido usada como um veículo para encontrar a felicidade interior e uma abordagem mais compassiva da vida. Nesta introdução à arte da meditação, a revista Tricycle reúne algumas das mais interessantes vozes do Budismo comtemporâneo.

Commit to Sit introduz os meditadores iniciados a um vasto leque de técnicas meditativas para os ajudar a estabelecer uma prática diária. Descubram o papel crucial do corpo na meditação e recebam orientação sobre assuntos que vão desde o encontrar uma posição confortável até aos fundamentos para uma motivação e prática sustentada. Este profundo guia para a prática irá ajudar meditadores de qualquer nível a aprofundarem o seu nível de conhecimento sobre si próprio e sobre o mundo.

Entre os contribuidores estão:

Pema Chödrön

Bhante Gunaratana

Christina Feldman

Lama Surya Das

S. N. Goenka

Matthieu Ricard

Sharon Salzberg

Reginald Ray

Joseph Goldstein

Thubten Chodron

Sylvia Boorstein

Martine Batchelor

Jon Kabat-Zinn

entre outros…

Link Amazon (Reino Unido, em inglês) para “Commit to Sit”

A meditação não está dependente de alguém nos dar algo.

A Verdade não é algo que alguém nos possa dar; e da mesma forma, ninguém nos pode tirá-la.

Sharon Salzberg & Joseph Goldstein