Meditação… não é o que tu pensas

O primeiro passo na aventura que é encontrarmo-nos a nós próprios é o cultivar de um tipo de consciência ou atenção especial conhecido como “atenção plena” (ou mindfulness, na expressão original).

A atenção plena é o trajecto final de um caminho comum, que é aliás o que nos torna humanos: a nossa capacidade de estarmos atentos e a nossa capacidade de auto-conhecimento. A atenção plena é cultivada simplesmente por prestarmos atenção, e como veremos, este prestar atenção é refinado através de uma prática chamada ‘meditação de atenção plena’ (mindfulness meditation), que se tem vindo a espalhar rapidamente pelo mundo fora e para a cultura ocidental ‘mainstream’ nos últimos 30 anos, graças em parte a um crescente número de estudos científicos e médicos sobre os seus variados efeitos.

Mas mesmo se apenas ouvindo a palavra meditação, o termo soa demasiado estranho ou simplesmente não para ti por causa das ideias e imagens que te vêm à mente sobre o que a meditação é, considera que – quaisquer que sejam as tuas ideias sobre meditação, e tenham elas sido formadas como tenham – meditação, e em particular a meditação de atenção plena… ‘não é o que tu pensas’.

Jon Kabat-Zinn, Coming to our Senses – Healing Ourselves and the World Through Mindfulness

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: