Arquivo de Dezembro, 2011

A importância da atenção

A importância da atenção não tem sido ignorada no mundo moderno.

O psicólogo e filósofo americano William James disse: “A capacidade de voluntariamente trazer de volta uma atenção que vagueia, vez após vez, é a raíz profunda do bom senso, do carácter e da vontade.” O papel da atenção é por isso crucial para que possamos determinar o tipo de mundo que experienciamos.

Quando não prestamos atenção a alguns aspectos do mundo à nossa volta ou da nossa própria vida, essas facetas da nossa experiência não desaparecem. Elas continuam a existir e podem influenciar-nos até profundamente. Mas as coisas e os eventos em que nos focamos, constituem o mundo que percepcionamos.

Isto significa, como James mencionou, que “Cada um de nós literalmente escolhe, pela forma como dirige a sua atenção, o tipo de Universo em que ele próprio habita.” Em suma, aquilo para que dirigimos a nossa atenção é a nossa realidade.

O papel da atenção na Educação é obviamente crucial, dado que os estudantes que não conseguem prestar atenção, não aprendem. Portanto treinar a atenção devia ser um objectivo essencial, especialmente na escola primária, para ajudar os estudantes a aprender e a pensar de forma mais eficiente. Como James declarou, “Uma educação que melhore esta capacidade seria “a” educação por excelência.

Na sua pesquisa há mais de um século, ele descobriu que todos os génios apenas partilhavam uma capacidade mental, apesar do alcance variado do seu brilhantismo: todos eles possuiam uma capacidade excepcional de estarem atentos de forma voluntária e sustentada.

Artigo original

Anúncios

Apenas o corpo está doente (Ajahn Brahm)

Felicidade: Matthieu Ricard

(…) e está em harmonia com o mundo e consigo própria. Alguém que usufrua de uma experiência assim, como quando damos um passeio pela Natureza, não tem expectativas para além do próprio acto de caminhar. Ela simplesmente está, aqui e agora, liberta e aberta. 

Apenas por uns momentos, os pensamentos relativos ao passado são suprimidos, a mente não está igualmente carregada com planos sobre o futuro e o momento presente está liberto de quaisquer construções mentais. Este momento de pausa, do qual qualquer sentimento de urgência emocional desapareceu, é experienciado como um momento de paz profunda.

Para alguém que atingiu um objectivo, completou uma tarefa ou obteve uma vitória, a tensão que essa pessoa tinha acarretado consigo desaparece. O sentimento que se segue de relaxamento é sentido como um momento de calma profunda, livre de quaisquer expectativas ou medos.

Matthieu Ricard, Happiness: A Guide to Developing Life’s Most Important Skill

O que é o karma?

David Nichtern, Professor da linhagem Shambala, fala sobre a noção frequentemente mal entendida de karma.

.

.

O caminho

Pode ser que apenas quando já não soubermos o que fazer,
tenhamos encontrado a nossa verdadeira tarefa,
e que apenas quando já não soubermos para onde ir,
tenhamos começado o nosso verdadeiro caminho.

Wendell Berry

Zen: trailer oficial

Mais informação em: www.festivalmedia.org

Um minuto

Source

“Por cada 1 minuto que passas zangado… perdes 60 segundos de felicidade. “

Ralph Waldo Emerson